Olhos vermelhos: Queixa comum em consultórios

  • Nossa meus olhos estão vermelhos | HCO Centro Completo de Oftalmologia

“Meu olho está vermelho” ou “Estou com os olhos irritados” são algumas das queixas mais comuns no consultório oftalmológico, de acordo com o oftalmologista Dr. Fauze Abdulmassih, do Centro Completo em Oftalmologia (HCO). Existem pessoas que já ao acordar estão com os olhos vermelhos, outras após o banho, ao passar por um momento de raiva ou até mesmo sem algum motivo aparente.

Acontece que nossos olhos são muito sensíveis e podem ficar vermelhos com facilidade quando choramos, se ficamos gripados, cansados ou com sono.  É o que acontece com o administrador Odelmo Neto que frequentemente sofre com o problema. “Quando estou cansado ou com sono meus olhos ficam muito vermelhos. Não é uma coisa que me atrapalha, mas me incomoda porque às vezes as pessoas ficam reparando e acham estranho.  Acho que como meus olhos são claros o vermelho destaca bastante”, conta.

Utilize colírio somente com orientação médica

O Dr.  Fauze Abdulmassih afirma que é nesse momento que várias pessoas cometem um erro: usar colírio sem orientação médica.

“Esse é um hábito muito arriscado e incorreto, pois alguns colírios, quando usados de maneira inadequada, podem causar efeitos colaterais graves como catarata e glaucoma. Sendo assim, evite usar o mesmo colírio que deu certo para o seu vizinho, porque o problema dele não necessariamente é o mesmo que o seu. A pessoa deve procurar um oftalmologista para saber qual o melhor colírio para o seu caso, qual dose usar e por quantos dias usar”, explica o médico.

Segundo o oftalmologista, as causas para os olhos vermelhos são inúmeras e podem ser simples como uma alteração das glândulas dos cílios ou mais graves como as uveítes. “A uveíte é uma doença ocular grave, que geralmente causa dor, vermelhidão e embaçamento visual. Outras doenças oculares frequentes que resultam no olho vermelho são as conjuntivites (bacteriana, viral, alérgica, química) e a síndrome do olho seco”, explica o oftalmologista. Quem trabalha o dia todo com computador também pode apresentar episódios de hiperemia ocular (vermelhidão) no final do dia, sem que isso represente uma doença ocular.

Fique atento aos casos de alergia

De acordo com o oftalmologista é preciso ficar atento nos casos de possíveis alergias: poeira, sabonetes, mofo e shampoos também podem causar irritação e vermelhidão nos olhos. O médico explica que o contato com alérgenos, materiais ou substâncias que provocam nas pessoas reações alérgicas, faz com que o corpo os reconheça como sendo algo estranho e desenvolva a irritação. “É uma resposta do próprio organismo quando esse está diante de um agente ‘agressor’ e nessa ‘luta’ do corpo contra as substâncias causadoras da alergia, o organismo libera várias substâncias químicas responsáveis pela dilatação dos vasos e aumento do fluxo sanguíneo, o que consequentemente pode deixar os olhos vermelhos”, afirma.

Saiba como cuidar

Para quem sofre com os olhos vermelhos, o Dr. Fauze Abdulmassih deixa uma boa notícia:

“Na maioria dos casos é possível tratar o problema. Algumas doenças são crônicas e não existe a cura completa, mas, sim, o controle para que os sintomas não atrapalhem o dia a dia do paciente. O mais importante é descobrir a causa do olho vermelho para que o tratamento possa ser feito de forma adequada”.

2018-10-04T15:32:12+00:00setembro 2018|Categoria: Bem Estar|Tags: |

Fique por dentro!

Cadastre-se em nosso Blog e receba dicas e informações sobre prevenção e tratamento de doenças relacionadas à visão.
CADASTRAR
Não praticamos spam e você poderá se descadastrar a qualquer momento.
close-link