Fatores de risco da catarata

  • fatores-de-risco-da-catarata

A catarata é um problema que afeta várias pessoas todos os anos. Ela surge quando o cristalino, uma espécie de lente natural do olho, se torna opaco, dificultando a visão. O primeiro passo para prevenir esse problema é conhecendo os fatores de risco da catarata.

Geralmente, a catarata acomete cerca de 42% das pessoas com idade entre 52 e 64 anos. Entre os indivíduos com idade de 75 a 85 anos essa porcentagem aumenta para 91%. Não é à toa que esse problema é considerado a doença dos idosos. Porém, não é exclusiva da terceira idade.

Mas, saiba que é possível se prevenir e evitar que esse tipo de problema apareça com o tempo. Para isso, basta tomar alguns cuidados, sendo que um deles é conhecer os fatores que desencadeiam o surgimento da catarata.

E nesse post, serão listados alguns dos principais fatores de risco da catarata. Confira!

 

Conheça os principais fatores de risco da catarata

 

Existem vários fatores de risco da catarata, mas entre os principais estão:

1.    Tabagismo

O tabagismo acaba acelerando o processo de envelhecimento das células do organismo. Com isso, os fumantes têm mais chances de desenvolver catarata em idades menores.

Além disso, esse envelhecimento precoce também pode desencadear outros problemas, como problemas de pele, por exemplo.

2.    Exposição excessiva ao sol

Mais um dos fatores de risco da catarata é a exposição excessiva ao sol. Quando uma pessoa se expõe constantemente aos raios UVA e UVB, por longos períodos de tempo, isso acaba acelerando a produção de radicais livres.

E são justamente esses agentes que acabam prejudicando a saúde não apenas dos olhos, mas do corpo como um todo.

Quando essa exposição é alinhada a falta de uso de proteção solar, bem como a horários não recomendados (como o horário do almoço) os refeitos negativos são ainda maiores.

3.    Automedicação

A automedicação também é um dos fatores de risco da catarata. No Brasil, essa prática ainda é muito comum, mas é algo que precisa ser evitado.

O consumo excessivo de medicação sem acompanhamento médico pode gerar um acúmulo ou excesso de componentes que não serão utilizados pelo organismo.

Consequentemente eles poderão se prender as paredes das células, inclusive na superfície do cristalino, desencadeando um possível quadro de catarata no futuro.

4.    Bebidas alcoólicas em excesso

O consumo excessivo de bebidas alcoólicas também é considerado um dos fatores de risco da catarata. Isso porque, esse hábito acaba afetando uma série de funções do corpo humano, incluindo a visão.

A capacidade de fazer movimentos oculares, como olhar para perto e para longe, é diretamente afetada.

Além disso, especialistas apontam que pessoas que bebem bebidas alcóolicas em excesso tendem a ter deficiências vitamínicas que prejudicam o cristalino e, consequentemente, a qualidade da visão.

5.    Idade

A idade é um dos fatores de risco da catarata que não pode ser evitado. A tendência é que com o envelhecimento as células, inclusive o cristalino, sejam prejudicadas.

Contudo, evitando os fatores de risco da catarata citados anteriormente, as chances de desenvolver esse problema na velhice são menores.

Conclusão

Ter hábitos saudáveis é o primeiro passo para ter mais qualidade de vida. Além disso, é essencial que as pessoas se consultem com oftalmologistas com periodicidade, principalmente da fase adulta em diante.

Quer saber mais sobre o assunto? Venha conhecer a nossa clínica e aproveite para agendar uma avaliação!

2019-02-25T10:46:59-03:00fevereiro 2019|Categoria: Catarata|Tags: , |

Fique por dentro!

Cadastre-se em nosso Blog e receba dicas e informações sobre prevenção e tratamento de doenças relacionadas à visão.
CADASTRAR
Não praticamos spam e você poderá se descadastrar a qualquer momento.
close-link

Baixe nosso e-book sobre
CIRURGIA DE CATARATA e fique por dentro!

Enviaremos uma cópia do e-Book para seu e-mail.
RECEBER E-BOOK
close-link